A prótese de quadril “apita” no aeroporto?

Uma dúvida comum dos pacientes com prótese total de quadril é se eles vão “apitar” na segurança do aeroporto. A resposta é: depende em qual país você está.

Um estudo de 2011 com 143 pacientes com prótese de quadril relatou que 84% dos pacientes dispararam o alarme e necessitaram de avaliação com detector de metais manual. 69% dos pacientes disseram que a prótese de quadril causou alguma forma de inconveniente no voo.

Um estudo mais recente, de 2017, avaliou se com os novos aparelhos de segurança dos aeroportos americanos (como o da foto) esses números mudaram. Neste novo estudo, apenas 20% dos pacientes dispararam o alarme e 25% disseram que a prótese causou inconveniente no voo.

A boa notícia é que a tecnologia parece estar evoluindo para colaborar com quem tem prótese. A má notícia é que por enquanto, no Brasil, estes sistemas ainda não estão disponíveis. De qualquer forma, é importante para quem possui a prótese de quadril ter paciência ao viajar e informar ao segurança sobre a presença do implante articular que possivelmente pode disparar o alarme.