Biológicos na cirurgia preservadora do quadril

Este artigo foi publicado durante meu pós doutorado com o Dr Marc Safran em Stanford.

A identificação e entendimento das condições do quadril não-artrítico cresceu rapidamente nas duas últimas décadas. Novas doenças foram descritas incluindo impacto femoroacetabular, microinstabilidade do quadril, síndrome glútea profunda e síndrome de dor trocantérica. Apesar do tratamento destas doenças levar a bons resultados clínicos, há sempre uma vontade de melhorar os resultados e a velocidade com que estes são obtidos. Terapias biológicas surgiram como uma modalidade de tratamento para melhora dos resultados pós patologias do quadril, assim como, uma maneira potencial de acelerar o tempo de recuperação e retorno ao esporte. Esta revisão foca no uso atual de terapias biológicas, especialmente plasma rico em plaquetas, ácido hialurônico e células tronco, no tratamento de diversas condições do quadril.

Confira o artigo completo